5 de outubro de 2010

Saudades!

Seis anos depois da formatura no Colégio Militar conseguimos fazer o primeiro encontro "oficial" da turma. Foi na última sexta-feira. Uma pena que o quorum foi baixo. Mas mesmo assim os poucos minutos que estivemos juntos serviram para relembrar bons momentos.




Estudei da 5ª série ao 3º ano no CM de Brasília. Lembro muito bem do primeiro ano. Cheguei no final de julho de 1998, era um peixe fora d'agua. Não só pelo meu sotaque gauchesco, não só pelo fato de todos já terem suas "turmas" e eu não ter amigo nenhum. Lembro que ganhei um apelido que não me agradava: "da botinha". Isso pq eu usava uma bota ortopédica ao invés do sapato do uniforme. Todos me chamavam assim e isso, obviamente, me incomodava muito. Um bullying, pra ficar mais chique. Mas naquela época ninguém dava bola pra isso. Eu dava. E muitas vezes chorei pq odiava essa cidade, odiava aquelas pessoas e me sentia muito sozinha.


Mas o tempo foi passando. Tirei a "botinha", o apelido continuou mas eu nem me importava mais. Entrei pra equipe de vôlei (era a capitã do time e me achava por isso), pra equipe de futebol (só enrolava), pra torcida organizada (a época de olimpíadas era a melhor!), fui presidente do Grêmio da Cavalaria e fiz muitos e bons amigos. Passei a amar Brasília.


Aprendi a lidar com a disciplina militar obrigatória do colégio. Adorava participar da formatura. Sempre desfilava no fundo, cantava alto o hino, marchava super empolgada. Adorava a educação física. Passava o dia no colégio, em um turno estudando, no outro praticando esporte ou jogando conversa fora. Tinha as manhas para desdobrar um monitor quando não queria assistir aula, quando não queria fazer formatura. A gente aprende a burlar as regras.

Achava que aquilo nunca ia terminar. Os amigos iam embora e, anos depois, quando os pais eram novamente transferidos para Brasília, voltavam.

A gente fazia churrasco em sala de aula, sem ninguém saber. Um dia fizemos um churrasco no parque da cidade, a maioria dos alunos estava matando aula. Eu, que fazia parte do fundão, ajudei a organizar.
Em 2004 tudo mudou. Passei na faculdade e saí do colégio no meio do ano. A maioria dos alunos fez isso. Ainda tenho contato com algumas pessoas, ainda bem que a internet nos proporciona isso. Com as minhas grandes amigas, falo quase todos os dias e vejo quase todo fim de semana.

Espero que a gente consiga fazer um encontro que reúna boa parte daqueles 300 colegas de CM.

5 comentários:

Suzane Soares disse...

Aii...quase chorei aqui! Mta saudade da epoca do cm. Nao precisava me preocupar com nd...so estudar e passar de ano. Te amo amiga!

Ligia disse...

amigaaaaaaaaaaa lindaaa!!!! Passei pouco tempo no colégio, mas foi um tempo maravilhoso... fui muito bem recebida por vcs e antes mesmo de começarem as aulas já me sentia da turma!! Conheci pessoas maravilhosas, como vc, e fiz amizades que espero que dure o resto da vida... Te amoooo Lisisita!!! BJãoo

Guilherme Marques disse...

po, nem foi assim a 1a reunião oficial! e são 500 coleguinhas de CM :D
e se vc não tivesse comentado, nem ía lembrar da "botinha"hehe
fico devendo ir pra próxima reunião!
bjo

lhngm disse...

existem situações que só a vida militar nos proporciona!

orgulho sempre!

Vica disse...

Lindo, Zi! Emocionante! Feliz de ti que teve essa oportunidade.

Beijos da mana que já ralava nessa época... eheheheheh