8 de dezembro de 2010

Paixão.

Diz a sabedoria popular que, para ser completo, o homem precisa plantar uma árvore, escrever um livro e ter um filho. Já fiz parte disso. Plantei algumas árvores na época de colégio e tenho registro. Sempre gostei de escrever e junto com a prima mais parceira deste mundo, Márcia Pilar, escrevi um livro baseado nas histórias de mistério da Coleção Vagalume. O livro obviamente foi publicado. Por nós.
Escrito em um caderno, com direito a capa, desenhos feitos pelas autoras, e  "patrocínio". Claro, tudo de mentirinha. Mas o livro existe e está guardado em alguma gaveta lá em casa.

Sobre o filho... prefiro esperar.

Acho que falta um algo a mais nessa história de "ser completo". E isso é, para mim, a paixão pelo futebol. Todos deveriam alguma vez na vida sentir a emoção de torcer por um time. De ver seu time campeão. De ouvir a torcida agitar um estádio, ensurdecer os adversários, cantar sem parar durante o jogo todo. Pode ser um time pequeno, o time da cidade, de outro país. Ou , no meu caso, um time CAMPEÃO DE TUDO.


O Inter durante muito tempo me deu muito desgosto. Perdia, perdia, perdia. Quando ganhava, era o campeonato gaúcho. Mas nunca deixou de ser a minha paixão. Nunca. Como não ganhava (muito menos disputava) um título internacional me fez desenvolver uma admiração pelo Boca Juniors da Argentina. Time pelo qual ainda torço, apesar da má fase.

Mas os tempos mudaram e de uns anos para cá vitória tem sido sinônimo de SPORT CLUB INTERNACIONAL. Campeão de tudo. Um clube organizado que respeita o torcedor. É isso que alguns times brasileiros com torcidas fantásticas precisam fazer. Respeitar o torcedor.

Hoje meu INTER embarcou rumo a mais uma conquista, o BI campeonato mundial. Meu coração vai acelerar a cada dia. E é essa emoção que eu acho que todo mundo precisa sentir para ser completo. Repito, independentemente do time que seja.


Meus parabéns à torcida do Fluminense que no domingo pode colocar pra fora toda a agonia de anos sem levantar aquela taça.

Inter, estarei sempre contigo!!

7 comentários:

Márcia Pilar disse...

aaaah, fez eu rir, fez eu chorar!
nhooo...

grande livro aquele nosso, digno! hehe
com o 'patrocínio' da Lápis, a livraria.
o título era uma mistura do teu livro preferido com o meu, da Coleção Vagalume.
história conjunta é tudo.
nós éramos a vanguarda do que hoje as pessoas conhecem por blogs coletivos!
sem contar que as histórias que preenchiam nossas agendas dariam ótimos livros tbm. hahaha

sorte pro teu Inter. eu, que já nasci cantando vitórias Mundiais, sei como isso é BOM DEMAIS.

bjoss ♥

Isabela disse...

Coitado do meu Galo... Difícil torcer por ele. Rs. Besos, chica!

Joanna disse...

Concordo com você Lisi, é muito bom ser torcedor(a) de futebol, volei, basquete, etc. Como torcedores podemos liberar as nossas emoções sem constrangimentos e isto nos deixa mais leves. Sofremos, choramos, rimos,cantamos, gritamos, xingamos, abraçamos estranhos como se fossem íntimos amigos e nada disso parece ridículo. E, atualmente, no Brasil, o torcedor colorado é o mais feliz, porque está sempre disputando e comemorando um grande título : Mundial de Clubes FIFA, Recopa, Libertadores da América, além de torneios internacionais e campeonatos. Parabéns, duplamente, Lisi, pelo texto e pelo time que você torce: SPORT CLUB INTERNACIONAL- Campeão de Tudo!

Anônimo disse...

Cuidado com o Mazembe . . .

Bj. P.

lhenriquecendo disse...

Nunca duvidem de uma torcida e de um clube que ergueram um estádio sobre as águas...

Campeón de todo!

Alex Titan disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Alex Titan disse...

O Inter nesse jogo é o BRASIL SIL SIL!!!!!!
Gostei!
Ter um livro;
Ler uma árvore;
Plantar um filho e
Torcer para o Framengo!!!!
Viu só como entendi tudo?!
Gostei do post Lisi!
Muito bem redigido!
Parabéns!
Abraços;
Titan